Helio Godoy apresenta emenda para projeto de construção de Piscinão no Vitória Régia

Nova Imagem (1).bmp

Emenda coletiva proposta por Helio Godoy à LDO (Lei de Diretrizes Orçamentária) destina R$ 200 mil para projeto de construção de uma bacia de captação no Parque Vitória Régia.  A emenda foi protocolada nesta segunda-feira, 13/6. 

No último fim de semana, Godoy esteve na região e constatou que os alagamentos e o retorno de parte do esgoto pelos bueiros continuam, causando muitos transtornos às famílias. "A chuva parou, mas como estão abaixo da cota do rio e o nível permaneceu alto por causa da vazão da Represa de Itupararanga, muitas casas e ruas continuavam alagadas. A ligação com a zona industrial também permanecia bloqueada. Técnicos da URBES e da Defesa Civil estavam no local, orientando e atendendo os moradores, mas não havia equipes do SAAE para tentar resolver o problema do esgoto", diz o parlamentar.

SAMSUNG CAMERA PICTURES"Emendas coletiva à LDO requerem a assinatura de pelo menos sete vereadores e ficamos muito contente e esperançosos porque obtivemos a adesão inicial de dez colegas e certamente, na segunda votação da LDO, no próximo dia 28, todos aprovarão a emenda que destina recursos para os estudos e projetos", diz Godoy, acrescentando que, "além de implantação do Piscinão, outras medidas complementares devem ser adotadas". Ele cita como exemplo o projeto de Lei do vereador Francisco Martinez que determina que parte das calçadas tem de ser permeável, ou seja, se a calçada tem dois metros, um pode ser de algum tipo de piso (cimento ou cerâmica) e o outro com grama. "Além disso, devem ser implantadas pequenas bacias de contenção nas praças e, assim como foi feito no Jardim Abaeté, construídas galerias em vários pontos do bairro, para captar e lançar a água da chuva  diretamente no Rio. Com isso, o volume que desce pelas ruas diminuiria significativamente. O talude já existente às margens do Rio Sorocaba seria ampliado, servindo - durante as chuvas - como Piscinão para captação do excedente e posterior bombeamento da água para o leito do rio. Já nos períodos de seca e estiagem, o espaço poderia ser aproveitado como área de lazer", conclui o parlamentar.