Terceira Idade e Segurança Pública é tema de encontro com Helio Godoy

IMG-20160106-WA0002

A convite da Associação dos Aposentados e Pensionistas de Sorocaba e Região (Apenso) o vereador Helio Godoy participou na última terça-feira de reunião de seus diretores. A Apenso está organizando um encontro regional em Araçoiaba da Serra no dia 5 de março para debater políticas públicas direcionadas aos idosos da cidade e região como saúde, entretenimento, segurança e qualidade de vida. Segundo o presidente da Apenso, José Raimundo de Queiroz Mello, a finalidade é estruturar uma pauta de demandas que precisa de atenção das autoridades devido ao aumento da população idosa. Os dados mais recentes são de um levantamento do INSS que apontou que, em 2013, haviam 85.293 idosos em Sorocaba contra 70.870 em 2003, isto é, um crescimento de 20,4% num período de 10 anos.

Helio Godoy destaca que "assegurar qualidade de vida ao idoso através de ações afirmativas que o insiram em atividades de lazer, culturais e também no próprio mercado de trabalho é essencial para a sua longevidade. Conhecemos o trabalho relevante da Apenso e, nesta reunião, nos inteiramos das reivindicações para procurarmos atender as suas necessidades".

Segurança e plano de governo

Da reunião da Apenso também participaram membros da diretoria do Conseg Sul que convidaram o vereador a ser o primeiro pré-candidato a prefeito a apresentar as suas propostas para a área de segurança pública. Esse evento acontecerá no dia 4 de fevereiro, às 19h30, mas já nesta quinta-feira, dia 7, Godoy também participará da primeira reunião de 2016 do Conseg Sul. "Ficamos honrados com esses convites porque queremos ouvir a população a fim de pensarmos o nosso programa de governo numa área tão vital e sensível como é a segurança".

O vereador tem participado de estudos de desenvolvimento urbano em nível nacional e internacional em seu curso de pós-graduação em Gestão de Cidades na USP em São Paulo. Segundo o parlamentar a maioria das cidades em outros países conseguiu diminuir os índices de criminalidade atacando diretamente as suas causas e não apenas os seus efeitos.

"É preciso que existam políticas públicas que envolvam a comunidade e, ao mesmo tempo, os serviços públicos como limpeza de terrenos baldios e iluminação pública devem funcionar de forma eficiente. Da mesma forma secretarias como de Cidadania e Desenvolvimento Social e Juventude são importantes nesse processo, até porque os jovens hoje são os mais vulneráveis quando o debate é segurança", salientou.

"É por essa razão é que desejamos ouvir dos membros do Conseg e da população sugestões e propostas que nos auxiliem na elaboração de nosso plano de governo. Nós entendemos que a segurança é uma questão social que envolve de forma preventiva desde as iniciativas de secretarias municipais à ação prática das Polícias Militar, Civil e Guarda Municipal, contribuindo dessa forma para a diminuição da criminalidade nas ruas", concluiu Godoy.